Friday, June 10, 2005

IR

Como não concordei com o título original da nota que saiu no IDGNow!, aqui ele será apenas IR.

Texto Original
IR: 99,94% usaram Windows para declarar
Das 20,5 milhões de declarações do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) deste ano, 99,94% foram feitas na versão para o sistema operacional Windows, da Microsoft.
Apenas 0,03% das declarações foram entregues pelo programa para Linux e 0,02% para o sistema operacional Mac OS, da Apple.
Outros sistemas operacionais representaram 0,01% das declarações entregues até 29 de abril.

Texto com outro Foco!
IR: 1.230.000,00 não usaram Windows para declarar
Das 20,5 milhões de declarações do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) deste ano, 99,94% foram feitas na versão para o sistema operacional Windows, da Microsoft.

APENAS 615.000,00 das declarações foram entregues pelo programa para Linux e 410.000,00 para o sistema operacional Mac OS, da Apple.
Outros sistemas operacionais representaram 205.000,00 das declarações entregues até 29 de abril.

O programa que foi disponibilizado pela Receita Federal foi desenvolvido em Java e tem como característica ser multiplataforma. Isto significa que pode ser executado em qualquer sistema operacional,Linux, Windows, Mac e Solaris.

Com relação aos números, o uso de software livre nas empresas e por usuários finais tem crescido muito nos últimos anos. Basta verificar as pesquisas sobre o uso de software livre nas prefeituras, governos e o impacto na indústria de software do país. Além disso, mesmo que proporcionalmente o número de contribuintes que utilizaram Linux seja menor, o governo não poderia desprezar os 1.230.000,00 contribuintes que não possuem uma licença de Windows.

Seria correto os "1.230.000,00" que não possuem licença de Windows serem OBRIGADOS a pagar quase R$ 1.000,00 por uma licença de um software , somente para enviar o Imposto de Renda?

Esse número o ano que vem será bem maior. O Linux por exemplo teve sua primeira versão (0.02) lançada em 05 de outubro de 1991, pouco mais de 10 anos, nesse pouco tempo, tornou-se um realidade entre os servidores e a ulização por usuários finais têem crescido muito, principalmente agora com o apoio do governo e com o projeto PC Conectado!

1 comment:

Pedro said...

Do jeito que este governo é, talvez ele coloque um bug no programa para ver se o software é pirata e criar mais um imposto: ISSP - Imposto sobre software pirata.

Teste de Memória